luiz-pimentel Últimas Postagens

Eu e a Aceleg*

por Luiz A. C. Pimentel

Aprendi que estarei onde andarem meus pensamentos, ou minha consciência. Sendo assim, tenho te visitado mais vezes que as contadas nos dedos. Esta é uma declaração de amizade pois quando se pensa com sentimentos aprazíveis, significa querer bem. Eu te quero bem!

Não é de hoje, nem de ontem; mas de tanto tempo que o tempo passou a não ter importância; apenas passa. Mas fica, desde o futuro até o passado, expressando-se no presente, a sensação de bem-estar – de eterna existência. E sempre existirá, porque este é o desígnio.

Curiosamente, vejo em teu acrônimo o símbolo de tua natureza: “Ace Leg” poderia traduzir o que representas ou simplesmente dissesse a que vieste – Extrema latência.

Extrema latência com muitos significados, dependendo do contexto utilizado. Poderia representar a morte; poderia representar a vida; a infinitude, a eternidade!

Eternidade, é o teu foco – eis porque existes. Tratando de assuntos tais como a vida após a morte; céu, inferno, umbral, planos espirituais e tudo mais que consiste nos Universos criados por Deus. Divulgas o insondável mundo do além através da Sagrada Doutrina a nós conduzida por mãos luminosas que nos presenteiam com precioso conhecimento. Já não “existem tantos mistérios entre o céu e a terra…”, como afirma Shakespeare, desde que esta aliança foi proclamada.

É por isso que penso em ti e percebo tua atração. Estamos correlacionados desde que fomos apresentados. Em nosso primeiro aperto de mãos ficamos ligados para toda a eternidade. Afinal, isto é explicado pela física quântica: uma vez entrelaçadas duas partículas, permanecem interligadas, não importa quão distantes estejam uma da outra.

A tua falta repercute em mim o vazio a ser preenchido quando te procuro. A prodigalidade insensata me arremessa a ti, em busca da luz que resplandeces. A luz espiritual que emana do teu corpo de trinta e nove almas, salvo uma – a minha. Te comparo, não a um farol de luz, mas a uma modesta e singela vela pois que, nesta, vejo representada a cera, como os quarenta Membros que formam teu corpo, e que, por si, doam-se ao reto fio central – Jesus e os Mentores – que através da chama divina, iluminam as trevas circundantes.

Tal vivemos mutuamente – em perene simbiose – preenchendo-nos na ubiquidade da existência ímpar. Supres em mim a força espiritual que necessito para retornar a ti, uma forma de inspiração afim e aniquilas, através de tuas ações, do teu conteúdo, de tua dedicação e do exemplo, a fome espiritual que faz doer o estômago de minha alma.

Além de fortalecer espiritualmente, ainda procuras ir além, buscando me trazer a paz e o equilíbrio, quando contas as belas histórias representadas pelas Parábolas de Jesus.

As Parábolas do Divino Mestre Jesus, foram inseridas, no contexto dos estudos elaborados para o grupo. Nada poderia ser tão bem-vindo! Alguém, por inspiração do Alto, sugeriu e foi atendido. Esta atitude, além de muitas outras coisas, trouxe para mais próximo do Grupo a energia espiritual emanada pelo nosso líder celestial.

Ao ouvir tais mensagens, fecho os olhos e vejo em minha tela mental as mesmas cenas ocorridas a mais de dois mil anos, quando o próprio Jesus, cercado por seus discípulos e outros que o seguiam, o ouviam com toda atenção e curiosidade. Muitas vezes, sem o entendimento necessário, mas, guardando no coração a pregação sublime, que os faria melhores daí em diante, na atual vida, e nas próximas encarnações.

Jesus não perdeu sequer, uma das sementes semeadas – todas frutificaram. Também, não pronunciou nenhuma palavra sem propósito, pois conhecia e dominava a energia do verbo. Portanto, quando falava a toda aquela gente, suas palavras eram certeiras e atingiam suas almas, transformando-as positivamente.

Hoje, temos a felicidade de ouvi-lo novamente. Ele foi convidado e nos atendeu; e como naquele tempo, podemos sentar à Sua volta e ouvir, através de suas Parábolas, a doutrina cheia de amor e extrema sabedoria que, como outrora, atingirá nosso coração e nossa alma, realizando o mesmo processo de transformação espiritual.

A Aceleg nos trouxe esta dádiva e nos oferece a oportunidade de participar e usufruir de tantos benefícios advindos do estudo sério e da experiência consequente. Este é o altar sagrado onde poderemos realizar nossas aspirações e as transformações necessárias ao nosso espírito, se tivermos o propósito de evoluir e, consequentemente, melhorar o mundo onde vivemos.

 

—-

* Academia Espírita de Letras do Estado de Goiás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *