O Amor.


O amor pode ser encontrado em versos e prosas.
Ou num simples ramalhete de rosas.
É mistério profundo, alegria.
Que não se esvai ao fim do dia.
É pureza, união, esplendor.


É atitude sincera em cor.
É passado, futuro, presente.
É jóia rara incandescente.
O amor pode ser encontrado na amizade sincera.
Ou numa simples prece singela.
Na palavra que acolhe e consola.
No olhar que contém e não ignora.
É arma certeira à felicidade.
É luz que ilumina à serenidade.
Está na fé, sabedoria, abnegação.
Nas graças e atitudes de resignação.
O amor pode ser encontrado no gesto simples de um sorriso.
Esperança ao coração aflito.
No abraço que envolve e renova.
Na educação que guia e transforma.
Nas pequenas atitudes de gentilezas.
Que refaz e remove as fraquezas.
Daquele irmão hoje mais necessitado.
Que anseia pelo dia que será amado.
O amor pode ser encontrado na devoção para com Deus.
Que cuida, desse daquele, do meu.
Coração que anseia em compreender.
Comunhão sublime que hei de perceber.
Em Jesus, o caminho, a verdade e a vida.
Luz do mundo, sublime e bendita.
Que trouxe aos seus irmãos o maior mandamento.
Amar a Deus, a mim e ao próximo em sofrimento.
O amor pode ser encontrado na caridade sincera.
Na aceitação e renúncia que espera.
O dia sublime que essa jóia há de prevalecer.
As famílias e o mundo hão de reconhecer.
Que amando uns aos outros chegaremos à evolução.
Trabalhando juntos e exercendo o perdão.
Vencendo a inveja, ambição e a maldade.
O amor. Mais forte que o orgulho e a vaidade.
O amor é dom supremo, caminho da redenção.
Paciente, benigno em conveniente condução.

Não é egoísta, nem se ressente da maldade.
Não se alegra com a injustiça, regojiza-se com a verdade.
Tudo sofre, tudo crê e tudo sabe suportar.
Maior do que todos é o ato de amar.
Sem ele nada seria a humanidade.
Com ele, plenitude, paz e fraternidade.
No amor são tantas as formas.
Sorte daquele que procura e que olha.
As estrelas em busca da sua forma de amar.
Que aceita o convite Divino à renovar.
Atitudes da sombra à transformação.
Que sente o poder da Doutrina da Consolação.
Evangelho de luz, serenidade, esplendor.
Guia sublime. Evangelho de amor.

------------------------------
Thaís Lúcia Machado da Silva Ramos.
Novembro 2013.

Navegação Estrutural

Índice

- Home
- Academia
-----Sobre - Objetivos - Estatuto
-----Diretorias - Patronos
- Membros
-----Titulares - Correspondentes
- Artigos
- Obras
- Links
- Biblioteca
-----Doutrinários - Outros
- Mídias
-----Álbuns - Vídeos
- Contato