luiz-pimentel Últimas Postagens

Você é importante!

 

Imagine o Universo como um imenso e extremamente preciso relógio suíço com todas as suas engrenagens que juntas, o fazem trabalhar bem em perfeito sincronismo. Qual das engrenagens, aquela pequeníssima ou a maior de todas, pode pretender superior importância? Nenhuma, seria a resposta correta, pois se uma falha, levaria todo o mecanismo à falência da perfeição. Assim, devemos nos enxergar perante o Universo – uma parte do Todo. Não importa se somos grandes ou pequenos, nosso valor será o mesmo.

Como a pequena trava que prende o mecanismo de uma grande roldana e a impede de girar, sobre este irrelevante dispositivo é depositada toda a responsabilidade de manter o equilíbrio de um grande sistema. Esta a função que lhe foi confiada. Quanto maior a força sobre ela exercida, maior a garantia de que sua função está sendo bem desempenhada.

Assim, devemos nos sentir sob o peso das responsabilidades e eventuais desventuras, que a vida nos apresenta. Quanto maior o peso que temos que carregar, e se o aceitamos de bom grado, maior a chance de estarmos desempenhando bem a missão para a qual fomos designados. Assim, preenchemos o vazio que, às vezes, nos aflige; quando pensamos que somos menor em importância do que desejaríamos ser; que fizemos muito menos do trabalho que desejaríamos ter feito; que somos inferiores ou superiores aos outros perante a sociedade em que vivemos.

Considere que ninguém está completo e jamais o estará. Aquilo que mais faz falta no outro pode ser o que sobra em você, e vice-versa, a perfeição é algo que buscamos, mas que jamais alcançaremos. O aperfeiçoamento, entretanto, acontece sempre com a superposição de infinitas camadas de autoajustes, em que a próxima complementa as falhas da anterior. E estas camadas poderiam ser representadas como o momento, o dia, o mês, o ano, uma vida ou até mesmo reencarnações futuras, onde buscamos sempre o conhecimento necessário para a correção das nossas falhas.

Estaremos sempre buscando a perfeição, tentando corrigir as faltas que conseguimos conscientizar. Gozar a vida aceitando o que somos é viver com consciência, não ensejando ser o pior nem o melhor, mas buscando sempre o positivo.

O maior de todos os sábios da humanidade se recusou a ter o mundo em suas mãos. Preferiu a emancipação do Ser, e continuar na sua missão. Na sua sabedoria, tornou muito maior a relevância daquilo que veio realizar.

Resumindo: O seu essencial valor no contexto do Universo é algo concreto e irrefutável, independente da consciência que você possa ter desta verdade. Lembre-se sempre que você é criação divina – uma partícula de Deus que se manifesta a partir Dele em todas as dimensões. Aí está sua suprema importância!

Incremente seu like!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow by Email
Facebook
Facebook